Morre Lauro Braga, o irmão do cantor Roberto Carlos

 

A informação foi confirmada pela assessoria do cantor

Morre Lauro Braga, o irmão do cantor Roberto Carlos
Notícias ao Minuto Brasil

11/03/21 17:46 ‧ HÁ 2 HORAS POR RAFAEL DAMAS

FAMA ÓBITO

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Lauro Braga, 89, irmão do cantor Roberto Carlos, 79, morreu na manhã desta quinta-feira (11), no Rio de Janeiro. A informação foi confirmada pela assessoria do cantor à reportagem.

 

O irmão do cantor estava internado há mais de quatro meses e a assessoria destacou que ele não estava com Covid-19. No entanto, não informou a causa da morte.

A família não vai realizar velório de Lauro, seguindo as recomendações das autoridades sanitárias para evitar a formação de aglomerações.

Nas redes sociais, o filho de Roberto Carlos, Dudu Braga, publicou uma foto com o pai e os tios Carlinhos e Lauro. Ele disse que a família está triste com a sua partida.

"Pessoal meu tio Lauro sempre foi um exemplo de vitalidade para nos e estamos muito tristes com a sua partida. Na foto da esquerda para direita meu tio Carlinhos, paizão e meu tio Lauro. Que Deus o tenha e o abençoe sempre!", escreveu Dudu.

Nesta semana, o cantor Roberto Carlos adiou o "Projeto Emoções Praia do Forte (BA)" devido à pandemia de Covid-19. O show em alto mar aconteceria entre os dias 9 e 13 de junho, mas foi transferido para a semana dos namorados de 2022. Este é o segundo cruzeiro do cantor adiado este ano.

A produção do projeto disse que o cenário atual da pandemia pegou todos de surpresa e o momento exige muita cautela e que superando este período, todos estarão juntos celebrando a 18ª edição do Projeto Emoções.

"Entendendo que a saúde e o bem-estar de todos os participantes do Projeto Emoções deva ser nossa principal prioridade, seguimos adiante e buscando nos adaptar a esta nova realidade, oferecendo a todos a oportunidade de seguir conosco para o próximo ano, como parte da Família Emoções", disse.

Outro cruzeiro do cantor, o tradicional "Emoções em Alto Mar", programado para ocorrer entre 6 e 10 de fevereiro deste ano, também tinha sido adiado para 2022 devido à pandemia. Em maio do ano passado, a assessoria de imprensa do cantor já dizia que não seria possível saber a situação em fevereiro deste ano e que adiar era mais prudente para evitar cancelamentos mais perto do embarque no cruzeiro.

Segundo a assessoria, os passageiros chegam de muitos lugares tanto do Brasil como do mundo, e a aglomeração seria inevitável. Por prudência, portanto, foi tomada a medida de adiamento. Quem já comprou terá de esperar mais um tempo.