Bolsonaro diz que indica novo diretor da PF nesta segunda

 

Alexandre Ramagem, cuja nomeação ao comando da PF foi suspensa pelo Supremo Tribunal Federal (STF)

Bolsonaro diz que indica novo diretor da PF nesta segunda
Notícias ao Minuto Brasil

03/05/20 18:15 ‧ HÁ 1 HORA POR ESTADAO CONTEUDO

POLÍTICA DEFINIÇÃO

Opresidente Jair Bolsonaro afirmou neste neste domingo, 3, durante transmissão ao vivo, que nomeará novo diretor-geral da Polícia Federal nesta segunda-feira, 4, sem mencionar o nome do escolhido para ocupar o posto. Como mostrou neste sábado, 2, o jornal O Estado de S. Paulo, Bolsonaro avalia indicar o delegado Rolando Alexandre de Souza para chefiar a instituição.

 

Atual secretário de Planejamento e Gestão da Agência Brasileira de Investigação (ABIN), Rolando é próximo de Alexandre Ramagem, cuja nomeação ao comando da PF foi suspensa pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

A afirmação foi feita durante live transmitida enquanto Bolsonaro prestigiava manifestação em Brasília a favor de seu governo e repleta de palavras de ordem contra o STF e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

O presidente disse que não irá mais admitir o que chamou de interferência em seu governo e afirmou que as Forças Armadas estão ao lado do povo. Ao fim da transmissão, ele disse pedir a "Deus" para que não tenha problemas nessa semana, porque, segundo ele, se chegou ao "limite".

"Vamos tocar o barco, peço a Deus que não tenhamos problema nessa semana, porque chegamos no limite, não tem mais conversa. Daqui para frente, não só exigiremos, faremos cumprir a Constituição, ela será cumprida a qualquer preço. Amanhã nomeados novo diretor da PF, e o Brasil segue seu rumo", disse o presidente.

A nomeação de Ramagem foi suspensa após o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, deixar o governo acusando Bolsonaro de interferir politicamente na PF. Neste sábado, Moro prestou depoimento em razão do inquérito aberto no Supremo Tribunal Federal (STF) para apurar as declarações do ex-ministro.